terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

*POSICIONAMENTO SEXUAL*


HÁ MAL EM ALGUM POSICIONAMENTO
NO ATO SEXUAL?

Há posturas fisiológicas na prática sexual
desaconselhadas pela medicina por comprometer
a saúde física e psico-emocional do homem e
da mulher. Práticas como o coito anal, sexo
oral no período menstrual, práticas
sadomasoquistas que comprometem a integridade
física do homem ou da mulher, não são aceitas
por 80% das mulheres brasileiras. No entanto,
para a mulher, o ato sexual pode prescindir
da cópula, se há carinho, ternura, afeto e
sinceridade no relacionamento afetivo, em
muitos casos.
Para 80% das mulheres o ato sexual é todo o
envolvimento amoroso e não a cópula em si.
Para 85% dos homens, no ato sexual deve sempre
haver a penetração pênis-vagina para a
satisfação completa. Sem dúvida, é
imprescindível diálogo e entendimento ao casal
para que se chegue a um acordo sem prejuízo
nas relações afetivas e sexuais.

"Revista OÁSIS"

3 comentários:

Cleo disse...

Oi Aninha, aqui sempre um assunto legal.
Beijos carinhosos.
Cleo

Daniel Savio disse...

Sei que as posições acabam refletindo as vontades ocultas dos parceiros (que é o elo dominante da relação, ou vice versa), mas depende muito do que a dupla quer, ou tem intimidade para fazer.

Pois vai me dizer que um tapinha, um arranhão de unhas, não é bom (se chegar a algo que machuque realmente o parceiro)?

Fique com Deus, menin Ana Maria.
Um abraço.

xistosa - (josé torres) disse...

Por que não de acordo com os dois?

Se para o acto são necessários dois, deve-se escolher e de acordo com a disposição, a postura, o local, a vontade, o amor, a intensidade, falar e agir.

Para uma grande amor e uma grande satisfação só os dois do mesmo lado e com os mesmos desejos.

Por isso o amor não é só sexo, é algo muito para além ... até só uma carícia ...