sábado, 6 de fevereiro de 2010

*1- MAGIA SE APAGANDO* *2- SEXO CASUAL*


*MAGIA SE APAGANDO*

Quanto mais a demora em rever o amor, mais se acostuma
com a idéia de que, se repentinamente, tudo se acabar, o
sentimento se esfriará e nada mais fará a diferença.
Amor desencontrado,
Magia se apagando,
Os desejos consumindos
Romance ofuscado.

***Ana Maria Gonçalves***

***A primeira foto acima, é minha, Ana Maria***
(A segunda foto imagem, é da internet)



*SEXO CASUAL? NÃO, É PRECISO IR FUNDO
NA EXPERIÊNCIA DE AMAR*

O verão erotiza e estimula a procura de parceiros. O olhar
do outro é uma provocação, uma incógnita, algo a desvendar.
O amor está no ar. Há um anseio de ter alguém dentro de nossa
pele. Isso só acontece, no entanto, quando conseguimos sair
da morna, ou tórrida, repetição do sexo casual e nosso
coração se enche de sentimentos verdadeiros.

Verão é sede de vida e queremos vivê-lo "vestidos de felicidade".
Nessa estação há uma eletricidade, uma hipersensibilidade no ar;
o corpo capta o calor e o reflete, por isso se revela, se oferece.
Nossos sentidos mais primitivos, puros ou perversos, vêm à tona
e se traduzem em um desejo imenso de tocar e ser tocado, de
abraçar e ser abraçado.
Existem milhares de braços esperando quem os conquiste. Há uma
busca de prazer natural; todos possuimos esse dom, mas às vezes
o perdemos e depois o reencontramos, sobretudo quando surge a
visão de um novo amor.

Um olhar contém o perigo de não ser só um olhar, mas a
superposição de muitos olhares. Todo prazer está naquilo que vai
e vem - portanto, quando você contempla a pessoa desejada, ela
não é quem ou o que você está vendo, é alguém a ser desvendado,
experimentado.
O que vou fazer do meu desejo e do desejo do outro? O desejo
muda tudo: quem é olhado e quem está olhando.

(Maria Helena Matarazzo, sexóloga)
(Imagem da internet)
recados destaques

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Afff, espanta este sentimento de amor chegando a fim...

Só o ame quando ele chegar.

Fique com Deus, menina Ana Maria.
Um abraço.

Brasigrega disse...

Olá! Que bom seria se a vida fosse feita apenas de "começos". O fim sempre me assusta!
Passei para uma visita e para te oferecer um selinho que postei hoje no me blog "Leio...". Foi feito por mim, com muito carinho.
Um abraço e bom fim de semana
Marineide