sábado, 20 de março de 2010

*1-AMORES PASSAGEIROS* *2-ÓRGÃOS SENSORIAIS: VOCÊ TEM NOJO DE QUÊ?*


*AMORES PASSAGEIROS*

Somos movidos por amores que ficam e amores passageiros.
Nos trilhos da emoção, vamos caminhando, ora ganhando,
ora perdendo. Isso faz parte da nossa vida.
Nos trilhos os passageiros conduzem suas bagagens, ora
leve, ora pesadas. Assim também é o amor.
Amores vulneráveis e passageiros ludibriando
e pesando
nos corações.



Amores certeiros trilhando
caminhos errados, em busca dos amores sinceros;
ziguezagueando
com a esperança de um ponto correto.

***Ana Maria Gonçalves***
***A primeira foto é minha, Ana Maria***
(A segunda é da internet)


*VOCÊ TEM NOJO DE QUÊ?*

Temos órgãos sensoriais que captam informações do ambiente
e as enviam para o cérebro. Por sua vez, o cérebro manda
alertas para diferentes regiões do corpo. É por isso que,
as vezes, sentimos nojo de algumas coisas.
O estômago é a primeira região do corpo a receber alertas
quando sentimos nojo. Ele se contrai, provocando enjoos
e até vômitos.
Muitas coisas podem incomodar bastante algumas pessoas e
sequer merecer a atenção de outras. Você já pensou, por
exemplo, em comer grilos ou lesmas? Pois saiba que, em
alguns países, eles fazem parte do cardápio cotidiano.
Eu, com certeza, não comeria esses bichos.
Resumindo: o que é nojento para uns pode ser gostoso
para outros.
(Gabriele Peres Silva, Repórter mirim
número 28.090/09-GO)
(Imagem da internet)

smileys falando

3 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Olá ANA MARIA

O amor nos dá situações inconstantes. Pode ser duradoiro, como ser passageiro. Mas sempre deixa marcas. Umas dificéis de cicaterizar, outras agradáveis
e para recordar.

No que respeita a sentimento de nojo, a mim, só uma coisa que causa nojo. A política e os políticos.

Bela postagem que gostei muito.

Beijos

Alvaro

Daniel Savio disse...

Mas mesmo que não seja o amor que procuramos para a nossa vida, a gente acaba aprendendo a ser melhor com os amores passageiros...

Fique com Deus, menina Ana Maria.
Um abraço.

Multiolhares disse...

Hoje em dia queremos tudo muito rapido e por vezes não damos tempo para o verdadeiro amor acontecer

beijitos